Reunião Mediúnica ou de Médiuns?

Quem é que nunca teve uma pitada (ou um pote inteiro) de curiosidade sobre reunião mediúnica? Pois é. Nós já tivemos! E você? Nunca se perguntou o que acontece naquela sala de portas fechadas, iluminação fraca, com dia e hora certos para acontecer? Mas para que a curiosidade dê lugar ao conhecimento, vamos falar sobre esse assunto no post de hoje.

mediunizae05-01
O assunto reunião mediúnica, muitas vezes, é envolvido num certo mistério. Mas assim como a mediunidade, não há nada de misterioso. É tudo muito natural!

Como já pudemos ler nos textos anteriores, a mediunidade é instrumento de trabalho no bem, sendo que o seu exercício correto e equilibrado serve de meio de amparo para muitos que ainda sofrem e que precisam de consolo. Então! A mediunidade é instrumento; a reunião mediúnica é o local e momento adequado para que este instrumento seja exercido.

Imaginemos um médico. Esse médico pode encontrar alguém na rua passando mal e prestar socorro. Mas se esse mesmo médico estiver dentro do Hospital, poderá com muito mais tranquilidade ajudar o doente. Ele vai ter à disposição os instrumentos, os medicamentos, além de uma equipe que vai trabalhar junto com ele.

A reunião mediúnica é a mesma coisa. São pessoas formando um grupo que se ajuda, um ao outro, dentro de um local adequado, como se fosse um Hospital.

As pessoas que trabalham na reunião mediúnica podem atuar de diferentes formas: como médiuns, dialogadores ou assistentes. Não há ninguém mais importante que o outro. Todos estão ali, cada um com o seu talento, com o objetivo de multiplicar ajuda e consolo aos necessitados.

mediunizae05-02
Vamos ver nessa imagem acima! A médium (na imagem: mulher de blusa azul) atuará favorecendo o intercâmbio do Espírito desencarnado que lá é encaminhado para receber algum auxílio. Em regra este intercâmbio se dará pela psicofonia, mas nada impede que este Espírito necessitado possa se expressar pela psicografia, por exemplo. O Espírito desencarnado, por intermédio do médium, expressará o seu sentimento, as suas necessidades, e ouvirá do dialogador (na imagem: homem de terno cinza, ao lado da médium) uma palavra amiga para confortá-lo e direcioná-lo a um recomeço de aprendizado e felicidade. Os assistentes por sua vez, assim como todos os demais participantes, trabalham para que o padrão vibratório do ambiente seja elevado, de modo a permitir a atuação benéfica dos Amigos Espirituais (na imagem: o Espírito que intui o dialogador) que verdadeiramente programam a tarefa mediúnica.
Vejam que se trata de uma equipe! Todos trabalham em cooperação.

Quanto às reuniões mediúnicas, vamos ainda tentar fazer alguns lembretes:
# Normalmente se usa iluminação fraca na sala de reunião, bem como a música instrumental, para que seja criado um ambiente mais sereno e tranquilo, facilitando a concentração e o transe;

## A utilização da mesa para organização do grupo de trabalho não tem nada de místico ou especial. Serve apenas para que o trabalho transcorra melhor e para que se use o apoio. Mas muitas reuniões mediúnicas ocorrem com cadeiras em círculo;

### Ah, uma observação: a mesa ou a toalha não precisam ser brancas. O importante é que o ambiente seja reflexo da simplicidade;

#### As reuniões mediúnicas ocorrem sempre em horários e dias certos, normalmente uma vez por semana, pois é necessário que haja disciplina e pontualidade neste trabalho que é desempenhado em conjunto pelos trabalhadores desencarnados e encarnados;

##### Recomenda-se fortemente que as reuniões mediúnicas não sejam públicas, até porque é aconselhável um grupo coeso, de proporção pequena a mediana, o que facilita também a padrão mais harmônico dos pensamentos;

###### Seriam muitas as observações para se fazer, mas há uma extremamente importante: participar de reunião mediúnica exige do trabalhador muita responsabilidade e compromisso, com a tarefa em si e com o estudo constante.

###### Reunião mediúnica não se resume a ajudar. É também ajuda e esclarecimento que nós encarnados recebemos dos irmãos desencarnados que lá compartilham as suas histórias, as suas angústias, para que nós mesmos estejamos sempre alertas e responsáveis pelas nossas escolhas, e da necessidade de trabalharmos pela nossa transformação íntima. É um grande aprendizado!

E agora, algo que não podemos nunca esquecer: mediunidade não é brincadeira! É uma porta de acesso ao lado verdadeiro da vida. É responsabilidade, é dedicação, é aprendizagem. Nunca caia na tentação de participar de atividades mediúnicas apenas por curiosidade, principalmente quando elas acontecem fora da Casa Espírita. Fuja de experiências que possam comprometer o seu equilíbrio. Lembramos novamente o alerta de Kardec sobre o assunto: o trabalho mediúnico é muito sério e brincar com ele pode trazer consequências tristes. Jovem, juízo e consciência sempre!

DESAFIO – REUNIÕES MEDIÚNICAS
Queremos que você colabore com nosso post de hoje. Faça uma pesquisa sobre os tipos diferentes de reuniões mediúnicas que ocorrem nas Casas Espíritas e conte para gente o que você descobrir. Quem sabe a gente consegue fazer juntos um interessante raio-x das tarefas que ocorrem nas casas espíritas espalhadas por ai? Ajudaê!

Abração, amigo!



Uma resposta para “Reunião Mediúnica ou de Médiuns?”

  1. Bruno Cabral disse:

    Galera do Geraê, o fato de não poder comer carne antes da reunião mediúnica é mito ou verdade? E o fato de estar vestindo cores claras ou escuras interfere em algo ou é só mito?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *