Jovens médiuns ativar!

Olá jovens do bem.

Já vimos nos posts anteriores que o aparecimento da faculdade mediúnica não depende da idade, classe social, crença ou sexo. Pode surgir em qualquer fase da vida, da criança ao idoso. Pode manifestar-se no Centro Espírita ou em qualquer outro templo religioso; até mesmo por aqueles que se consideram materialistas. Em O LIVRO DOS MÉDIUNS, os espíritos superiores afirmam que não há idade precisa para o início da prática mediúnica, pois tudo depende do organismo físico, visto ser a mediunidade uma faculdade de origem biológica.

Nesse sentido, você sabia que muitos dos jovens que trabalharam sério na revelação da realidade espiritual da vida em todas as épocas da humanidade eram médiuns?

Vejamos algumas dessas histórias.

Três personagens muito importantes na história do espiritualismo foram as irmãs Fox: Kate, Maggie e Leah. Quem nunca ouviu falar dessas meninas? Meninas mesmo, pois tinham menos de 15 anos de idade. Foram elas as responsáveis por trazer ao conhecimento do mundo, pela tiptologia, a história de Charles Rosma, apelidado de Pé Rachado. Esse fato é considerado um marco para o estabelecimento de um novo pensamento no mundo.

mediunizae10-01

Na elaboração da primeira edição de O Livro dos Espíritos, Kardec contou com a colaboração direta que quatro jovens muito corajosas para a época: as irmãs Julie (15 anos) e Caroline Baudin (18 anos); Ruth Japhet e Aline Carlotti (ambas com 20 anos).

mediunizae10-02

Já na revisão da obra para a publicação da segunda edição, que foi ampliada e lançada pelo codificador em março de 1860, o trabalho de Ermance Dufaux, de menos de 20 anos, foi muito destacado. Essa médium publicou sua primeira obra psicografada com 14 anos.

mediunizae10-04

Outra médium que ficou famosa foi a jovem Florence Cook (16 anos). Portadora de uma extraordinária mediunidade de efeitos físicos, fazia com que, através dela, se materializasse o espírito Katie King, proporcionando ao Espiritismo e ao mundo histórias maravilhosas com essas aparições. Essa médium foi estudada pelo eminente cientista Willian Crooks, que escreveu o livro “Fatos espíritas” relatando as impressionantes experiências.

mediunizae10-05

Em épocas mais remotas, vários exemplos de jovens médiuns também se tornaram célebres. Alguns deles foram até canonizados pela Igreja Católica em função dos inúmeros feitos que realizavam: Francisco de Assis, Joana d’Arc, António de Pádua Vicente de Paulo, entre muitos outros. As histórias deles são recheadas de grandes lições de amor, vale a pena você pesquisar e conferir.

mediunizae10-06

Trazendo esse papo para uma realidade mais próxima de nós, não podemos deixar de citar os exemplos “brazucas”. Yvonne do Amaral Pereira já manifestava fenômenos mediúnicos com poucos dias de vida e com 12 anos já psicografava. História semelhante a de Chico Xavier, que com 21 anos já tinha publicado sua inesquecível obra Parnaso de Além Túmulo, uma prova incontestável da imortalidade da alma. Divaldo Franco e Raul Teixeira também começaram suas tarefas mediúnicas muito jovens.

mediunizae10-03

Agora, observando essas histórias, não vamos criar uma imagem idealizada e romântica do trabalho dos jovens como médiuns. A maior parte desses exemplos é formada por espíritos missionários, que assumiram no mundo espiritual um compromisso significativo de trabalho no bem. Eles renasceram para essa tarefa e foram preparados intensamente no mundo espiritual antes da reencarnação. Quase todos nós estamos na faixa dos seres que precisam ainda vencer grandes dificuldades em várias áreas da vida, incluindo na mediunidade. Assim, quando a eclosão da faculdade mediúnica ocorre desde cedo, é preciso de atenção da família, assistência na casa espírita e muita, muita disciplina. Aliás, você sabe qual foi o conselho que Emmanuel deu para Chico Xavier conduzir sua mediunidade desde o princípio do trabalho realizado pelos dois: disciplina, disciplina e disciplina. O estudo é fundamental para oferecer segurança.

Para terminar, vamos registrar um trecho de uma mensagem final de Augusto César Netto, um dos jovens desencarnados que participou do livro “Jovens no Além”, psicografado por Chico Xavier:

«Todos podemos transformar-nos, construindo em nós: mãos de paz, se espalharmos a paz; verbos de luz, se cultivarmos a luz em nossas palavras; pés de alegria, se soubermos caminhar no rumo do bem; olhos e ouvidos de bênçãos, se nos dispusermos a abençoar sempre.»




Bibliografia
(cf. Martins Peralva, in “Mediunidade e Evolução”, ap. 3)
(cf. Frederico Francisco, in “Reformador”, 1964)
wwwJornal dos Espíritos.com – o seu jornal espírita na internet
CARNEIRO, Victor Ribas. ABC do Espiritismo (5a. ed.). Curitiba (PR): Federação Espírita do Paraná, 1996. 223p. ISBN 85-7365-001-X p. 4l-46.
O LIVRO DOS MÉDIUNS



2 respostas para “Jovens médiuns ativar!”

  1. Elaine disse:

    Excelente!! Muito legal mesmo!parabéns pela clareza e leveza das explicações.

  2. Isabel disse:

    Muito legal! Gostei muito do enfoque da mediunidade como instrumento de autotransformação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *