Educação Mediúnica

Olá pessoal, esse post é diferente, foi feito no Prezi que trabalha com um jeito diferente de fazer apresentações. É só clicar no Start Prezi, esperar carregar e depois usar as setinhas <-- --> para navegar. Para melhorar a navegação você pode clicar na ícone de tela cheia. Curteaê! 😉




8 respostas para “Educação Mediúnica”

  1. Bruno disse:

    Amigos, quando um jovem com percepções mediúnicas procura uma casa espírita, o que geralmente é feito com esse jovem? Ele é encaminhado direto para a mocidade espírita? Ou é encaminado para reuniões de estudo da mediunidade ou de tratamento espiritual? Um jovem pode participar de reuniões mediúnicas?

    • Gera'ê disse:

      Se a influência espiritual causa algum transtorno, serão oferecidas orientações e terapias próprias para auxiliá-lo no seu reequilíbrio, como: atendimento fraterno, atendimento pela reunião mediúnica, etc.
      No mais, serão oferecidas oportunidades de estudo e serviço.
      Naturalmente, a mocidade é o grupo mais indicado para o início da sua participação na casa espírita.
      Um jovem pode participar da reunião mediúnica, observando os critérios da casa espírita e os fatores que interferem no exercício do trabalho com a mediunidade comentados no “post”.

  2. Breno Cabral disse:

    Muito bom!!

  3. Cinthia Roldi disse:

    Muito bom, belíssimo trabalho!

  4. Em O Livro dos Médiuns, Kardec ensina no capítulo do Desenvolvimento da Mediunidade a praticar a psicografia sozinho por conta própria em casa, dentro das condições teóricas ideia para comunicações de qualidade, hoje em dia, existe esse preconceito de que mediunidade é só no centro espírita, é um erro por não se conhecer Kardec.

    • Sandro Brasileiro disse:

      Kardec orienta tanto o trabalho individual como o coletivo.
      Não creio que seja uma questão de preconceito, mas de cuidado e segurança.
      Nunca é demais lembrar que é mais fácil quebrar uma vareta do que um feixe de varas. Além do que, educar a mediunidade em grupo possibilita um aprendizado e exercício mais rico de experiências.
      Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *